Visão

Sinceramente, Portugal precisa de nós?

Por a 3 Setembro, 2018

Boa noite malta,

Ontem não consegui escrever o artigo, entre gripe, negócios e família, não está fácil… mas é possível! Portanto, escrevi hoje, e acho que o assunto é importante para todos.

Pensando bem, “somos nós que precisamos de Portugal ou é ele que precisa de nós?”.

No outro dia pensei nisto, e fiquei a tentar descobrir a resposta a semana toda. ahahahah

Reflecti sobre este tema porque cada vez vejo mais malta a ir para o estrangeiro, por outro lado, também vejo mais malta insatisfeita com os salários de cá, com as rendas de casa super altas, etc… Chego a pensar que deviam começar a meter placas na rua a dizer: ” Se quiseres cá ficar é na boa, nós precisamos de trabalhadores, mas olha que lá fora é bem melhor pah…”

Ou seja, se o objetivo é fazer com que as pessoas fiquem cá, a inflação do custo de vida não é uma boa medida, a exploração de pessoas muito menos, e a despreocupação com este assunto também não. Será que eles não precisam de nós?? É que isto é um “convite indireto” para nos mudarmos e enriquecermos os cofres de outro país com o nosso trabalho.

 

Esta situação é parecida à vida de um gajo que leva porrada da mulher todos os dias, mas mantém-se lá a dizer: “Ela há de mudar…”.

 

E nós? Será que o nosso país é a única opção? É que antes eu andava todo revoltado com os meus amigos que iam lá para fora, afastam-se de mim, da família, das suas raízes… Mas acho que hoje, por ver que o país nem luta por eles, e ainda nos “convida a sair”, talvez a opinião seja contrária, se calhar mais vale é pegar na familia toda e ir à procura do “sonho americano”, procurar um país que nos diga: Tu és bom, quero-te cá, acrescentas algo à nossa sociedade, reconheço as tuas capacidades sociais e profissionais e estou disposto a dar te condições para realizares os sonhos da tua família.

Enfim malta, sinceramente ainda não cheguei bem a uma conclusão, não sei a resposta à pergunta. Se quiserem dar a vossa opinião, sintam-se à vontade para escrever nos comentários da página de facebook.

 

Até Domingo,

 

Abraço,

Nave

 

 

TAGS
RELATED POSTS

LEAVE A COMMENT

ANDRÉ NAVE
Lisboa, Portugal

André Nave, mais conhecido por “Nave”, jovem empreendedor, tem 25 anos, nasceu num seio familiar honesto e trabalhador, tímido, mas com objetivos e sonhos grandes. Finalizou a sua licenciatura de Comunicação e Marketing em 2014, onde trabalhava em cafés e call centers enquanto estudava, de seguida ingressou na sua área, no mercado tradicional, em empresas multinacionais, estava completamente iludido sobre o seu futuro de vida, tendo tomado uma decisão inequívoca de lutar pelos seus sonhos, utilizando a mentalidade empreendedora como veículo.