Mentalidade

E se não…?

Por a 7 Outubro, 2018

Boa noite malta,

Como vai isso?

Já sabem que este mês estou “all in” nos business, portanto estamos em “low profile” nas redes, não há vlogs, fotos diárias nem vê las, mas os artigos é o mínimo que vos posso dar…

 

Esta semana tenho me deparado com uma felicidade interior brutal, e acho que sei o “porquê”. Sempre que corria por objetivos, num curto espaço de tempo, o meu pensamento estava sempre no “final do jogo”, e como não sabemos o que vai acontecer no futuro (a não ser que sejas o professor Bambu lool), a nossa cabeça tem imaginação suficiente para visualizar o sucesso ou insucesso. No meu caso, sempre tive a tendência de pensar nas possibilidades negativas, e mesmo já sabendo que tenho de meter o meu subconsciente a pensar positivo, os pensamentos que me ocorriam eram sempre os mesmos: “E se não…?” “se” “se” “se”.

Acreditem, estes pensamentos irritam “pa caraças”! Isto porque tu sabes que é estúpido estar a pensar em possibilidades quando ainda nem trabalhaste para ver o que acontece, e por outro lado, estar sempre com estas coisas na cabeça limitava-me! Sempre que fazia uma reunião ou um evento, ficava super motivado, depois olhava para o meu planeamento de objetivos e lá vinham os “ses”, começava logo com dúvidas se ia conseguir atingir…

 

Desta vez tomei a decisão de deixar de ser “burro”, não podia continuar a ser limitado por mim mesmo! Então foi simples, meti o objetivo na cabeça, criei um sistema para lá chegar, sou fiel ao sistema, e o que acontecer no fim… acontece! Claro que visualizo a vitória, mas o caminho para o objetivo faz-se passo a passo, e isso quer dizer que tenho de me focar em cada etapa até lá. Digo isto porque se me focar já no objetivo final, realmente, vou tentar perceber as minhas possibilidades, e os “ses” vão aparecer… Portanto, esquece lá isso miúdo! Foquei-me na vitória e sei o que tenho para fazer diariamente, a partir daí, é só correr, sempre com pensamento positivo, e de consciência tranquila no final do dia. O nosso subconsciente tem de nos dizer: “Tarefa diária cumprida!”

E claro, no final do mês, este conjunto de tarefas diárias vai me levar ao grande objetivo. Qual a parte fantástica? É que ando o mês todo focado mas feliz, sem preocupações ou vozes negativas internas.

 

Para resumir, não sei se também acontece convosco, mas é algo que me atormentava em momentos de pressão, chegava aos objetivos na mesma mas esgotado mentalmente. Hoje, como mudei a forma de encarar a pressão, só me preocupo com as tarefas diárias e acreditar no sistema, a partir daí… no final do jogo fazemos as contas, sempre tranquilo!

 

Bora lá ser positivos malta! ahhaha

 

Grande abraço,

Nave

TAGS
RELATED POSTS

LEAVE A COMMENT

ANDRÉ NAVE
Lisboa, Portugal

André Nave, mais conhecido por “Nave”, jovem empreendedor, tem 25 anos, nasceu num seio familiar honesto e trabalhador, tímido, mas com objetivos e sonhos grandes. Finalizou a sua licenciatura de Comunicação e Marketing em 2014, onde trabalhava em cafés e call centers enquanto estudava, de seguida ingressou na sua área, no mercado tradicional, em empresas multinacionais, estava completamente iludido sobre o seu futuro de vida, tendo tomado uma decisão inequívoca de lutar pelos seus sonhos, utilizando a mentalidade empreendedora como veículo.